mitologia e intuição

a seleção russa de 2018 é superior à seleção brasileira de 1982 – que, aliás, não ganhou nada.

Brasil depois dos dois primeiros jogos de 1982: 2 vitórias, 6 gols marcados, 2 sofridos.
Rússia depois dos dois primeiros jogos de 2018: 2 vitórias, 8 gols marcados, 1 sofrido.

se alguém disser que os dois primeiros adversários do Brasil de 1982 (a URSS no auge do anabolizante e a Escócia) eram mais difíceis, é caô. a Escócia nunca passou da primeira fase em mundiais e só teve quatro vitórias em sua trajetória nas copas (em quatro copas diferentes, diga-se). a URSS venceu a Eurocopa de 1960 – mas isso não tem nenhum efeito nas derrotas que se seguiram até 1982.

e por que idealizam tanto a seleção de 1982? metade é culpa dos flamenguistas, porque é um momento em que o Zico estava na seleção (e não que fosse o melhor jogador do time, o que, sinceramente, não sei). metade é culpa do Juca Kfouri. mas, objetivamente, a Rússia de 2018, sem nenhuma tradição de futebol, já fez mais que o Brasil de 1982. se ganhar de um a zero do Uruguai na terceira rodada, terá feito mais ainda.

alguém falará do Brasil vs Argentina de 1982, única partida em que a seleção venceu quando minimamente demandada. de fato, de fato. mas não é esse jogo que põe o time no patamar da equipe de 1994. nem no da de 2002 ou no da de 1998 – que, se ficou com o vice, teve o triplo de grandes jogos (Chile, Dinamarca e Holanda).

enfim, dá para começar uma flame war com essa tese minha – que, lamento dizer, procede.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s