ilha

a Amazon brasileira não é, por ora, uma amostra representativa do mercado literário brasileiro. mas analisar a lista dos mais vendidos da loja virtual, como acabei de fazer, revela algum alento:

– o segundo livro mais vendido é “Sapiens”, de Yuval Noah Harari, uma bela dica do Luiz Felipe Pondé (e endossada pelo mestre JR). dias atrás, era o pole position – e, veja bem, esse post fala da classificação GERAL
– a quarta colocação cabe a “Pare de acreditar no governo”, do Bruno Garschagen, um libelo contra o inchaço desse leviatã
– o novo do Houellebecq está em 35º, mas não vou dar muito destaque a esse. melhor abrir um sorriso de lado a lado por “A revolta de atlas”, da grande Ayn Rand, ser o 41º
– outro sorriso no 44º posto: Milton Friedman está seis posições à frente de “Grey”, a versão peniana de “50 tons de cinza”

fora isso, ainda dá para celebrar Miá Couto, Anthony Burgess, George Orwell, Aldous Huxley, Oliver Sacks e “O pequeno príncipe” no top 100.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s