contralto

alguém ainda lê isso aqui?

bem, eu estou vivo. sumi de novo, mas sempre estive aqui. quase todos os dias, pensava em escrever e pensava sobre o que escreveria. apareci para comentar que hoje faz dez anos que me mudei para Brasília. posso dizer que sobrevivi a sair de casa, à dinâmica social do planalto central, à tentação de ficar louco – essa última é o que mais acontece por aqui, ou, ao menos, em nenhum lugar que estive ela é tão evidente quanto aqui.

já pensei em sair, já pensei em ficar. hoje, tenho umas ideias melhores. mas, de forma geral, foi uma boa década. obrigado, Brasília.