nota mental

parar de pensar na Mary Elizabeth Winstead (e de ver fotos dela). no máximo, ouvir o disco do Got a Girl, banda dela, uma atualização da Black Box Recorder – com um pouco de pop francês anos 1960. é o disco do ano.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s