por ora

continuo escrevendo pouco por aqui. nenhuma explicação é válida, a não ser o fato de que não ando com cabeça para isso, acredite. sem cabeça para a coisa que mais gosta de fazer na vida.

não lembro como cheguei a esse ponto, mas é preciso sair. e um jeito disso é saindo da rotina.

amanhã começam as minhas férias, e tem viagem de novo. vou a Portugal, Alemanha e República Tcheca. só conheço o primeiro, que amo de paixão, mas não duvido que aconteça isso com os outros dois.

que a inspiração volte quando estiver por lá. Berlim funcionou para o David Bowie e para o U2; não sou gênio como o primeiro nem tive um anjo do Senhor soprando o “Zooropa” na íntegra em meus ouvidos, mas sei que o espírito de renovação e reinvenção dessa cidade, destruída, reconstruída, destruída, reconstruída, mutilada e unificada em menos de oitenta anos pode me ajudar.

volto no dia 4 de agosto, ou em edição especial. com isso, essa temporada do blógue se encerra um pouco antes, mas a próxima começa um pouco antes também. até lá!

Anúncios

opiniões

queria muito que o Ivens e o André se manifestassem sobre esse final de copa da seleção, tomando dez gols em dois jogos, em duas sapatadas históricas. se quiserem, eu publico aqui. Cláudio, você também.