samaritano

estava na praça de alimentação do Brasília Shopping, servindo-me de saladas num quilo, agora à noite, quando escutei um cara falando “nomite, nomite”. virei-me e ele estava repetindo essa palavra para a caixa do estabelecimento, que respondia alguma coisa desconexa. então ele tocou o braço dela e a levou até o buffet, bem do meu lado. apontou um prato e perguntou “nomite?” e ela continuou sem entender.

pedi licença em inglês, perguntei pra ela se o prato de arroz amarelado levava carne. ela disse que não. “nenhuma”? não, nenhuma. “there’s no of meat in this dish”, disse ao rapaz, com aparência de filipino (ou paquistanês), que agradeceu. a caixa do lugar também agradeceu, ele pagou e foi sentar-se à praça de alimentação. coloquei um pouco de bacalhau no meu prato, paguei a comida e fui comê-la.

ao final, vi que o cidadão ainda estava comendo, na mesa dele. voltei ao restaurante, pedi uma caneta e rabisquei num guardanapo alguns nomes e endereços de restaurantes com opções vegetarianas, e levei pra ele na mesa. mais um agradecimento, e a boa sensação de ter tratado bem um turista desavisado perdido numa praça de alimentação no começo da Asa Norte.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s