condomínio

há um ou dois dias o elevador social do meu prédio virou um elevador judaico: pára em todos os andares, querendo você ou não. e não estamos nem no sabático nem alguém pediu por isso: é uma pala que faz com que eu me sinta em Iídichenópolis.

(Iídichenópolis é marca registrada de Jonas e Elisa, adotei na cara dura)

*

saindo, encontro na portaria a vizinha do andar de baixo. conversamos sobre a vida, sobre gatos, conto a ela da Julieta. quando vou me despedir, ela, que é psiquiatra, diz que “está com umas ritalinas sobrando em casa” e pergunta se eu quero, para melhorar a concentração. agradeço, digo que ainda não preciso e sigo meu caminho reto. foi um episódio inusitado, mas atencioso.

*

falando em Julieta, ela entrou numa dieta: está toda mole e mais fofa que o normal. e como o dono está de dieta, nada melhor que o gato da casa acompanhar. os miados pedindo por comida são os mesmos, mas a porção servida diminuiu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s