blasé

depois de umas semanas no estaleiro, a Kim está de volta. o para-choque traseiro, abalroado por um cretino em novembro, foi reparado; um dos sensores de estacionamento pifou e com isso levou todo o sistema a falhar, por isso foi trocado; os bancos foram todos costurados, visto que a linha das costuras do couro, depois de 15 anos, começou a apodrecer.

além disso, ela foi submetida a um scanner e teve suas falhas zeradas, permitindo que algumas coisas, dependentes do bom funcionamento da parte eletrônica, funcionassem corretamente. senti o câmbio melhor, e me senti de novo em casa dirigindo-a na volta. para essa semana devo trocar os fluidos de freio e da direção hidráulica, bem como o óleo do motor e os filtros do motor e do ar-condicionado. para o meio do ano, uma repintura parcial, a troca dos retentores dos comandos de válvulas e um novo revestimento em couro para o motor volante.

ela merece. não fosse a Kim, eu não saberia o que é um carro de verdade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s