wow

para quem se interessa pela história dos portugueses no Oriente, isso aqui, bem no meu quintal, é espetacular. preciso visitar esse lugar o quanto antes.

Descoberto resquício de antiga vila de portugueses em Planaltina de Goiás
por Gabriella Furquim

Abandonada no alto de um morro às margens da Lagoa Formosa, em Planaltina de Goiás, uma imponente igrejinha guarda laços que unem o Brasil à Índia. Há cerca de 50 anos, o local foi escolhido para receber os portugueses expulsos de Goa, cidade indiana colonizada pelos lusitanos. O projeto era minucioso. Para atenuar a saudade, a vila, planejada para abrigar 5 mil goenses, seria uma réplica em miniatura da cidade que fica do outro lado do oceano. No entanto, só a pequena capela saiu do papel. Os planos de fundar, no coração do Brasil, o povoado de Nova Goa foram abandonados pelos portugueses. Sozinha, a igreja continua de pé no meio do cerrado. Recentemente, o local foi redescoberto e ganhou a atenção dos fiéis e do pároco da região.

No alto da serra, o templo despertava a curiosidade dos moradores e era motivo de lendas. “Falava-se que era de um indiano, de um fazendeiro que foi morto. Havia muitas histórias. Mas ninguém sabia o que realmente tinha acontecido”, conta a jornalista Marlene Galeazzi, que há cerca de 30 anos mora em uma chácara na margem oposta à igrejinha da lagoa.

Sem cuidados, o local tornou-se reduto de usuários de drogas e abrigo para moradores de rua. As marcas do vandalismo ainda estão nas paredes e até no teto da capela. Em algumas, há datas que vão de 1970 até 2008. Preocupados com a destruição da igrejinha, moradores tiraram os objetos do local e guardaram em casa.

Marlene foi a guardiã da placa que anunciava a santa padroeira do local: Santa Catharina (com a letra h, na grafia lusitana). “Foi há cerca de 25 anos. O caseiro era encantado com a igrejinha e sempre ia lá de bicicleta. Um dia, voltou com a placa me pedindo para guardar. Tinha a encontrado no chão e temia que a destruíssem”, contou Marlene.

Curiosidade

A verdadeira história do local foi descoberta há cerca de cinco anos. Curiosos, alguns fiéis decidiram investigar e encontraram em uma gaveta da Paróquia de Formosa, cidade próxima a Planaltina de Goiás, recortes velhos de jornais que guardavam a origem do lugar. A capela é uma cópia perfeita da igreja de Santa Catarina de Alexandria, construída há 500 anos na Índia. “Cada descoberta era uma emoção. Aos poucos, renovamos nossa fé e nossa vontade de reconstruir o local”, afirmou a aposentada Teresinha Canedo Ramos, 59 anos, uma das integrantes da comissão que organiza a reforma do local.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s