devaneio

quero falar de tantas coisas aqui que não sei por onde começar. talvez por aquilo que me obstina tanto, minha vontade de crescer. e dos filmes que vi ontem, dos consertos que vou fazer, dos capítulos que devoro. vontade de transbordar, de escrever até a alma dizer “chega”, de preparar um belo discurso e declamá-lo para as paredes, depois transcrevê-lo aqui. de escrever um, dois, três livros, de começar pelo começo e acabar pelo fim.

são muitas vontades, são muitas palavras. coisa para intimidar o silêncio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s