pitanga

comprei umas polpas de fruta congelada para misturar meu suplemento (não, ainda não desisti de ser um playboyzinho bombadão) e, no meio delas, peguei uma de acerola. quando fui tomá-la, agora há pouco, lembrei do boom da fruta no país, lá por 1996: naquela época, o país funcionava à base de frango, acerola, É o Tchan e o novo VW Gol. todas as lanchonetes de Deprelândia portavam avisos de “temos acerola”, a Maguary colocou no mercado um concentrado de suco nesse sabor e a tevê lembrava que acerolas possuíam “80 vezes mais vitamina C que a laranja”.

lembro que foi o suficiente para que eu tivesse uma overdose de acerola. fiquei muito tempo sem tomar suco disso, até que hoje, meramente para variar os sucos que tomo, peguei um de acerola. não foi ruim, mas não foi fantástico. uns anos depois veio o boom do açaí, só que foi mais restrito: com o valor calórico lá em cima e a forma preferencial de ingestão sendo aquele creme espesso batido com guaraná e servido com banana e granola, não tinha como se proliferar como a acerola naquele primeiro governo FHC, sem contar que é mais caro.

Anúncios

One thought on “pitanga

  1. lá em manaus a gente come açaí de maneira diferente. o creme é espesso, mas é com farinha de tapioca cabeçuda e açúcar, bem gelado. só. esse negócio de colocar banana, granola…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s