lambe-lambe

eis aqui uma foto tirada muito antes dos filtros do Instagram (e do próprio Instagram) e da fotografia digital. em sépia original dos fotógrafos ditos “artesanais” de Deprelândia, também conhecidos como lambe-lambes: aquela máquina grande, com tripé e um pano atrás, debaixo do qual o fotógrafo se escondia, erguia uma das mãos para segurar o flash e com a outra tirava a foto depois de focalizar. como disse, a fotografia era simplesmente assim, sem que um celular colocasse o efeito.

é uma foto do final de 1998: Daniel, eu, Paulo e Jurandir na praça de cima, onde fica a Basílica Velha. provavelmente é a foto de que mais gosto dentre todas aquelas em que apareço.

dez/1998

Anúncios

4 thoughts on “lambe-lambe

    • veja bem, meu caro ministro da Cultura:

      – no final dos anos 1990 existiam duas opções para os adolescentes de Deprelândia: ser agroboy ou skatista. como não tinha caminhonete em casa nem um abdome tanquinho, sobrou-me o skate
      – eu só sabia me equilibrar em cima do skate e dar umas remadas. mais andava com os skatistas do que andava de skate em si.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s