não creio…

… que a Carly Simon revelou o único segredo tão bem guardado quanto o terceiro de Fátima. tá no Glamurama:

Revelação

Foram quase 40 anos de mistério, mas, finalmente, Carly Simon revelou para quem ela escreveu a canção “You’re So Vain”. Durante todo esse tempo os ex-namorados ficaram brigando para descobrir qual deles seria o “culpado” pela música. Os cantores Mick Jagger e Cat Stevens e o ator Warren Beatty tinham certeza de que ela teria se inspirado neles.

* E não é que estavam todos enganados? Na regravação da música, que ela fez para o novo disco, “Never Been Gone”, ela sussurra, ao contrário, o nome do produtor David Geffen.

* O motivo pelo qual ela escreveu a letra tão famosa foi uma vingança. Em 1972, quando Geffen era seu chefe na gravadora Elektra, ele a deixou de lado para promover a principal rival dela, Joni Mitchell. Aí, deu no que deu!

olímpica

Olimpíadas de Inverno são legais. primeiro, porque têm o esporte mais f*** do mundo, o biatlo: você tem que ter velocidade e coordenação para esquiar, classe para aguentar rajadas de neve na sua cara (é a céu aberto), pontaria e sangue de barata para atirar.

segundo, porque nos apresenta a uma série de novidades, coisas que nem imaginamos que existam. esportes bizarros, rivalidades inimagináveis mas que, ao contrário do que o Galvão Bueno tenta fazer com Argentina e Brasil no futebol, absolutamente pacíficas. terceiro, porque a Noruega é uma potência olímpica de primeira grandeza, e é muito legal ver um país tão diferente se destacar em algo.

quarto motivo, as meninas lindas. todo mundo viu a Kiira Korpi e a Carolina Kostner na patinação, e elas são demais. mas quem me chamou a atenção foi a Carmen Kueng, primeira lançadora da equipe suíça de curling, que ontem perdeu a medalha de bronze para a China.

infelizmente existem poucas fotos boas dela (a do meio), e nenhuma dela sozinha. que menina linda. podem dizer, à vontade, que ela tem cara de normal, que não tem nada de mais. mas eu gosto mesmo é de mulher assim, com isso mais um cérebro e senso de humor… fazer o quê? :)

descontrolado

semana passada, depois de ir ao Alice com o Lúcio, achei por bem guardar o regime até mesmo no dia da semana em que posso esculachar – e veja bem, não comi tanto assim no francês do Lago Sul.

uma semana se passou e eu me mantive na linha o tempo todo, tomando suco de argila e de várias outras coisas, comendo as coisas e as quantidades apontadas, sem sequer colocar um pedaço de chocolate na boca. não gosto de tirar onda, mas lembro de como estou conseguindo me manter no caminho e me aparece um sorriso no rosto. então chegou o final de semana e eu preciso de:

– umas fatias de pizza, com vinho do lado
– um café da manhã com croque-monsieur, brownies e croissants ali da melhor padaria de Brasília
– um almoço num restaurante mexicano
– uns pedaços da minha barra de Frey au lait. pode ser que os amargos é que sejam os chocolates nobres e refinados, mas é o ao leite que me faz feliz.

vai ser divertido. mas amanhã, depois do almoço, a vida volta ao normal. alguém aí a fim de chutar o balde comigo?