sextavado

(Rooney, “I’m a terrible person”)

encontrei um antigo desafeto no elevador da Telerj. ele tenta levar a coisa de forma profissional e me cumprimenta, enquanto eu finjo que não conheço. o cara é tão perdedor que, com medo de não conseguir vaga no elevador para subir, pega-o pra descer e fica nele até começar a subir.

sinceramente, fico preocupado com a presença de gente assim na Telerj. dia desses ele estava envolvido em um projeto com a área aqui do lado, e minha amiga que trabalha nesta área falou que a toda hora o departamento do loser queria fazer alterações na coisa. sugeri que ela o deixasse falando sozinho, e a situação melhorou: agora ele manda dez emails por dia e ela só lê o décimo, que é o que a cabecinha dele produziu depois de tanto dar voltas – e que inequivocamente vai dar em nada.

mas voltando ao elevador, ele sempre fica sem graça quando me vê já que, quando o cara usou de ironia pra tirar um sarro da minha cara, eu respondi com ódio. então ele fica todo constrangido e me cumprimenta discretamente, parecendo aquela galera que te adiciona no Orkut só pra ter mais um amigo. nem olhei na cara dele, apertei o botão do segundo andar e esperei a viagem acabar. saí do elevador pensando na vidinha fuleira que esse cara deve levar e fui cuidar da minha: já havia gasto tempo demais (40 segundos) filosofando sobre o perdedor. mas por que, então, dedicar um post a falar disso? creio que seja a falta de assunto… :)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s