saguão

depois de passar a noite tomando chope estranho com amigos, especulando sobre o futuro da humanidade (idiotização? mentes virando queijos-quentes? o governador passando para nos recolher às duas da manhã? Gatorade sendo utilizado para irrigar lavouras?), ligo o rádio na Rádio Câmara e vou ouvindo ali o que tem de melhor na madrugada. depois de um bloco de MPB, vem a seqüência matadora: “Stay”, do U2, “Knives out”, do Radiohead (que nem é tão boa, mas saber que o poder público está botando no ar uma coisa dessas é uma delícia) e uma música cheia de malemolência, dissonâncias, órgão e piano ao mesmo tempo e uma voz desconhecida.

já tinha chegado em casa quando essa música estava tocando, mas decidi aguardar pelo seu fim, para que o locutor me dissesse quem estava interpretando aquela belezinha, que me fez pensar nas minhas férias de 2010, no interior da Bahia, vendo aquele mar cristalino e abstraindo do futuro da humanidade por umas horas. e a música era “Here it comes”, do Doves. não reconheci a voz porque ela é cantada pelo baterista.

subi até o apartamento e peguei a música: agora pode vir um sol de trinta e cinco graus que eu tô preparado para tamanha tropicalidade.

(…) she doubles up and comes back Sundays
and she will come
into your heart
it goes on and on and on

here it comes
here comes my day in the sun
here it comes
here comes my time in the sun

this is the day
this is the time
to stare at the skies in wonder…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s