s.u.l.

oito anos atrás, o Brett Anderson foi convidado para ser modelo num editorial de moda da “GQ” inglesa, como todos aqui sabem (se não sabem, deveriam saber). e ele, que não custa lembrar, é o cara que eu quero ser quando crescer, agora é garoto-propaganda da da Aquascutum, conforme este editorial de moda aqui, para a “Wallpaper”, mostra.

o que isso significa? que, se você não está contente com (insira aqui alguma coisa na sua vida), tente (insira aqui uma outra área). no caso dele, as palavras “música” e “moda” completam a sentença acima. e nos nossos, hein?

(p.s.: explicando o título… s.u.l., abreviação de “stiff upper lip”, que é a postura que se espera de alguém que se veste com as roupas da Aquascutum)

granada

claudiochad.com says: (11:41:12)
rapaz, vai ter a corrida do adevogado dia 12. 5km
kevlarsjäl says: (11:41:50)
sério? me avisa, pra eu ficar de prontidão com o fuzil e abater o maior número de representantes dessa raça maldita

nunca duvide

do poder de fogo de “Dancing queen”, do ABBA. se eu fizesse uma lista das músicas que mais me fazem passar vergonha na pista, ela disputa o primeiro lugar com “Starcrazy”, do Suede, e provavelmente ganha. e outra do ABBA, “Lay all your love on me”, fica entre as dez.

admiração

meu blógue preferido, o Estado Civil, está em suas tradicionais férias de verão, nem tão tradicionais assim. só volta em setembro. só por isso, o ato de escrever já se torna um pequeno problema.

mas não custa relembrar a genialidade do Pedro Mexia. nem precisa ir muito longe ou em muitas linhas. tome-se, por exemplo, esta entrada:

Trago algumas frases ouvidas como se fossem uma tatuagem. Assim que acordo vejo-as gravadas na minha carne.

(parágrafo censurado)

ou essa, sobre o verde:

Dizem que o ciúme tem olhos verdes («green-eyed monster» e tudo isso). O ciúme ou o ciumento? Em todo o caso, não o objecto do ciúme. O objecto do ciúme, segundo creio, tem geralmente olhos castanhos.

ele está correto, mais uma vez. correto e daltônico, porque o objeto do ciúme pode ter olhos de qualquer cor, mesmo as que na verdade não têm. é uma das poucas coisas que posso dizer que aprendi.

finalmente, uma das últimas entradas antes do recesso:

Na maçaneta da porta em vez de um «não incomodar» um «não quero falar nisso».

do alto do meu cinismo, essa frase define os últimos dez anos da minha vida, da boca pra fora. porque eu quero falar sobre isso. mas o medo por vezes impede-me de externar essas coisas, pelo que as conseqüências de falar sobre esses assuntos podem me trazer. mas sim, eu quero falar.

innermost

as deserções cubanas durante competições esportivas não deixam dúvida. mas, para algum imbecil que ainda insista em me dizer que socialismo/comunismo é algo bom, vai mais uma:

Mikhail Gorbatchev é garoto-propaganda da Louis Vuitton

A famosa maison francesa Louis Vuitton promete chamar a atenção com seu novo garoto-propaganda. Mikhail Gorbatchev, o último presidente da União Soviética, estampa o catálogo e outdoors da grife. Conhecido por ter implantado a Perestroika e a Glasnost, Gorbatchov aparece de terno e overcoat sentado no banco de trás de uma limusine, tendo ao seu lado uma mala com monogramas da marca. Ao fundo, ele terá o muro de Berlim como cenário.

Entretanto, esta não é a primeira campanha publicitária da qual ele participa. Há cerca de 10 anos, o ex-presidente soviético protagonizou um comercial para a rede de fast-food americana Pizza Hut. A partir de setembro, Gorbatchev poderá ser visto pelas ruas de todo o mundo ao lado da atriz Catherine Deneuve e dos tenistas Andre Agassi e Steffi Graf.