morke dod
o Brasil marcou um amistoso com a Noruega, a ser realizado em 16 de agosto. em oito mil anos de civilização, o país nunca bateu os noruegueses no futebol. e perderá essa partida fácil fácil. e não só pela minha torcida pelos setentrionais – basta evocar algumas outras disputas:

1. Índice de Desenvolvimento Humano: a Noruega lidera a classificação mais recente, de 2005, com um IDH de 0,963. a mandiocolândia amarga um 62º lugar, entre Rússia e Romênia, com 0,792.

2. maior galardão do país: a Noruega, e não a Suécia, entrega o prêmio Nobel da paz todo ano. e aí, brasileiros, vocês preferem a Ordem do Cruzeiro do Sul, o prêmio Jabuti ou a lista das mais sexy da VIP?

3. grande artista da música contemporânea – aqui é Röyksopp versus Nando Reis. sim, ele é o que temos de contemporâneo. desde 1984.

(insira um título aqui)
depois de uma conversa telefônica com meu pai e meu tio, um bate-bola com o Marcio, um case study e umas trocentas audições de “My darling”, do Wilco, tava aqui pensando em como o conceito de família que meu pai tem é diferente do meu – e como o das minhas filhas provavelmente será bem diferente do que tenho. mas já estou me precavendo para, se não tivermos visões convergentes, poder conviver com isso numanaice. e, com a ajuda da mãe delas, explicar às minhas meninas tudo do melhor jeito possível.

é tudo a mesma coisa mesmo…
manchete do Terra: Fidel Castro reorganiza PCC e destitui agente por abuso de poder.

quando vi essa chamada, achei que o tirano cubano estivesse a ajudar o Primeiro Comando da Capital, aquele grupo criminoso que atua dentro das penitenciárias do estado de São Paulo. mas a reestruturação, na verdade, é no Partido Comunista Cubano. que é tipo um Primeiro Comando da Capital por lá.