movimentação

quinta-feira, tradicionalmente, é dia de feira livre na rua da minha casa. das cinco da manhã ao meio-dia, temos o melhor das hortaliças à nossa disposição, além de legumes, verduras, peixe, derivados e pastel de bacalhau e até x-salada. depois, à tarde, o caminhão da prefeitura municipal joga jatos de água para minimizar a sujeira e um pool de varredores junta as “sobras”, coisa que os próprios feirantes deveriam fazer.

só que hoje a noite não tem luar: em vez disso, bem na porta da minha casa, tá rolando um comício político, de um loser que é candidato a prefeito municipal pela quarta vez (já foi prefeito em duas oportunidades e vice noutra). para quem é de Portugal, esclareço: “prefeito” é o nome dado ao presidente da Câmara Municipal. para quem é brasiliense como eu… é tipo um Roriz, sacam?

enfim, esse comício na porta de casa é praticamente a ruína: a janela da frente da minha casa tá quase explodindo, meus tímpanos também. sem contar que, do melhor das hortaliças que me era colocado à disposição pela manhã, passei a dispor, na porta de casa, dos piores caráteres da cidade (esse candidato que escolheu a porta de casa é, coincidentemente, o maior dos escroques a disputar a eleição este ano). alguns momentos de humor minimizam a situação, como estes:

minha mãe: “quando você sair pra ir à escola, tranque bem lá embaixo pra não entrar ladrão”.

eu: “não, mãe, eles vão ficar ali do lado de fora gritando, mais nada”.

ou então essa…

locutor (tentando organizar os 14 gatos-pingados): “atenção, atenção pessoal das bandeiras, precisamos organizar aqui, por favor, gostaria que vocês pegassem as bandeiras…”

eu: “e enfiassem no %#^%@$%*&$”

enfim, que lástima. sorte que daqui a cinco minutos vou indo pra escola, fazer aquela prova que tem metido medo em mim. porque eu encaro minhas assombrações mas não voto nesse pária aqui do lado nem por medida provisória…

crucifiquem-no

A Volta da Galera Medonha! Poltergeist 3, a Missão! É que em Aparecida um candidato falou: “Para incentivar o turismo vou trazer um ator global, tipo o Thiago Lacerda, para ser crucificado na Semana Santa”. Então essa é a plataforma do cara: crucificar o Thiago Lacerda! E eu já vi o Thiago Lacerda sendo crucificado na Semana Santa de João Pessoa e foi um problema: ele não parava de dar adeusinho pras fãs!

– José Simão, colunista da Folha de São Paulo, falando sobre uma das “promessas” do candidato local Renato Chad. saiu duas vezes no jornal: sexta e domingo passados. tsc tsc tsc… vergonha.

nasce um fantasma

alguns dias de pesquisa, algumas noites a digitar. uns poucos livros pesquisados, umas muitas páginas devoradas. de abril a setembro, uma gestação de cinco meses: demorou um pouco, mas minha monografia está pronta. terminada. concluída. e amanhã será posta aqui para download.

ainda hoje

hoje também se comemora o aniversário do Pedro Ivo, o cara mais fera da 307 norte. Piotr colhe a vigésima sétima couve na horta da vida, e seria legal uma carreata pelo eixo monumental para comemorar a data, não? ‘bora fazer uma?