hits da vida

– “Gone”, do Jack Johnson, faz bem à saúde: gruda na cabeça e te leva para a beira-mar num dia nublado. esse Jack Johnson tem as manhas: seus discos são praianos sem serem hippies, tranqüilos sem serem Marley-influenced, simples e, ao mesmo tempo, cool à beça. cara inteligente, vou te contar…

– “Stop this world”, da Diana Krall, não é nada surpreendente, mas é muito bonita. abre o disco novo dela, “The girl in the other room”, no qual metade das músicas são composições dela com o Elvis Costello, seu cônjuge (fora coisas como uma versão de “Almost blue”). não é nada, mas é tudo, ahn?

– “Charade”, um standard do Henry Mancini, ficou uma delícia na versão que o Harry Connick, Jr. gravou. dá pra balançar ou ouvir sentado, deitado, quem sabe até numa happy hour regada a uísque. não, não: esqueci que detesto uísque. mas a música é boa. o Silvio Santos não ouviu mas uma das filhas dele deve tê-lo feito – e gostado. de charada mesmo, só uma coisa: onde é que eu acho mais discos dele pra vender?

– por fim, outra pérola é “The space between”, do Zero 7. venci meu preconceito contra a dupla e baixei o disco novo, “When it falls”. pra quem gostou do último do Air e ama o Röyksopp, como eu, é tiro e queda.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s