dica do dia

negue sempre. negue enquanto puder.

Anúncios

a ficha caiu

gente, gente: eu descobri que “Reptilia”, do Strokes novo, é cópia de “Inútil”, do Ultraje a Rigor. sendo assim, preparei uma letra pro inútil do Julian cantar se achando o maioral:

“a gente não sabemos fazer hits pra gente

a gente não sabemos como usar um pente

a gente não sabemos esquentar misto quente

tem nego pensando que nós é diferente

INÚTIL, A GENTE SOMOS INÚTIL”

meu deus, vou falar pro Roger processar essa galera…

caçando com gato

se eu não tenho 85 BRD pra empatar na “The London years”, essa oferta da “Forty licks” por 22 BRD tá mais do que tentadora. e eu só não compro o “Exile on main street” agora porque ainda espero que ele seja remasterizado e relançado em SACD híbrido como os discos da Decca…

lista do dia

cinco caixas que despertam minha cobiça:

1. “The Capitol years”, Frank Sinatra (tem que ser a edição inglesa, de 21 cds, não a “Concepts”, americana, de 20)

2. “Crystal days 1979-1999”, Echo & the Bunnymen

3. “Five easy pieces”, Scott Walker

4. “The complete studio recordings”, Doors

5. “The London years”, Rolling Stones

pérolas instantâneas

frase do dia: “posso ser de um sarcasmo intragável, mas tenho uma língua deliciosa.”. tão boa que não dá pra acreditar que isso foi um /quit de IRC. muito menos que foi do #punk. e que eu não conheço a pessoa. surpreendente, no mínimo.